terça-feira, 13 de novembro de 2007

O Barroco

Em Portugal, o barroco teve o seu desenvolvimento desde os finais do século XVI até aos meados do século XVIII, tendo o seu incremento ficado a dever-se principalmente à acção de D. João V e às riquezas que eram trazidas do Brasil, onde o estilo também teve um grande desenvolvimento.
As obras do estilo barroco eram grandiosas, e exuberantes, onde o predomínio da talha dourada e os veludos bordados a ouro eram notáveis (eram indispensáveis à afirmação da realeza ou da fidalguia), consideradas como características estéticas da época.
A decoração barroca distingue-se pela riqueza e abundância dos materiais empregues, pela magnificência das peças e por algum exagero ornamental.
O estilo barroco revelou-se mais original nos trabalhos então de talha dourada, de azulejos e de outras artes decorativas, como a ourivesaria, o mobiliário...
Este estilo foi adaptado a grandiosas obras régias de arquitectura como igrejas, conventos, solares, palácios (Convento de Mafra, Igreja de Santa Clara, Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra, Palácio de Mateus, entre outros).

3 comentários:

João Carlos Costa disse...

Finalmente!
O primeiro texto a ser aqui publicado por uma aluna.
Até que enfim.

c.miguel disse...

bom resumo sobre o barroco.

pedro disse...

bom resumo
continua assim catarina ;)