quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Distâncias

Distâncias...
Será que existem?
Sim... talvez
as distâncias
da distância...
Sim...
talvez as distâncias
que as saudade nos deixa...
Sim talvez
as distâncias que nos unem,
talvez aquelas que nos separam!
Sim...
As distâncias, de facto,
parece que existem!...
E como doem
as distânciasque entre nós
persistem...Mas que importa
se mesmo as distâncias
nos aproximam?!!!...

Deixo aqui este poema... da autoria da minha mãe Isabel Branco, editado nos seus livros,
(Passo a publicidade - que em breve se encontraram nas livrarias!)

1 comentário:

João Carlos Costa disse...

Bem, cat, mas continuava a preferir que os textos fossem mesmo escritos por vocês.
Ou será que também não escrevem? Duvido...
Às vezes têm-nos guardados nas gavetas, em cadernos, em diários.
Mas podiam colocar aqui alguns desses textos que escrevem e que às vezes têm vergonha de mostrar aos outros.